Casamento: como montar a lista de convidados?

Casamento: como montar a lista de convidados?

Esses dias recebi uma lista de tarefas para organizar o casamento e gostaria de ajudar algumas noivinhas aqui no blog com algumas delas. Criar a lista de convidados é, na minha opinião, um dos primeiros e mais importantes passos na hora de organizar o casamento, já que ela serve de guia para planejar providenciar o tamanho do local, quantidade de comidas e bebidas, bem casados, etc.

Se a família for grande é aí que complica, não é? São muitos conhecidos, amigos, vizinhos, colegas de trabalho e até amigos da internet. Por isso, reservei algumas dicas que podem ajudar a equilibrar o número de convidados e o orçamento do casório.

Por onde começar?

Sabemos o quanto é mágico sonhar com a festa do grande dia, mas para organizar um evento é preciso ter os pés no chão e definir um orçamento que não comprometa muito o bolso do casal. Então, para dar o primeiro passo na hora de criar a lista de convidados é importante estabelecer alguns critérios que pode começar com o quanto você gostaria de gastar com o casamento.

Criando a lista

Essa tarefa precisa ser única e exclusivamente dos noivos, nada de querer colocar mãe, sogra e outros parentes opinando sobre a lista de convidados, certo? Caso alguma das famílias queira assumir o custo do casamento, deixe claro de que a escolha dos convidados será dos noivos e se os pais quiserem incluir alguns convidados, isso deverá passar pelos critérios estipulados por vocês.

Quem convidar para o casamento?

Para começar, crie a sua lista de convidados, sem medo de ser feliz. Coloque todo mundo que você gostaria de convidar se não tivesse nenhuma limitação de orçamento. Agora pergunte-se: essa pessoa fala comigo com frequência? Tenho o número de celular dela? Ela lembra dos meus aniversários, manda alguma mensagem? Com que frequência nos visitamos? Então, essas perguntas ajudarão a criar a lista de convidados.

A minha sugestão é que a lista de convidados do casamento deve ser composta por familiares mais próximos e destes, somente aqueles com quem os noivos têm um bom relacionamento, como as mães, os pais, irmãos, filhos, etc.

No caso de terem família muito grande, que chamados de parentes de segundo grau ou segunda geração, deve-se incluir os avós, tios, primos, sobrinhos. Os amigos de longa data, convívio cotidiano ou contato ativo também devem ser inclusos na lista.

Convidados opcionais

Nesta próxima etapa, a dica é usar a regra da proximidade. Portanto, não é necessário convidar ninguém que mantém pouco convívio com você e seu noivo e isso inclui familiares com quem vocês não convivem ou não mantêm contato há muito tempo.

Os colegas de trabalho, por mais que sejam próximos, também devem passar pelo filtro de proximidade, portanto convide apenas os mais próximos, que são aqueles que mantém contato fora do ambiente de trabalho. Não é necessário convidar colegas da faculdade, escola, curso, amigos dos pais e vizinhos.

Quem não convidar para meu casamento?

Antes de começar a sugerir quem você não deve convidar, é indispensável lembrar que o casamento é um momento é do casal, que vai fazer parte da história de vocês e isso deve ter pessoas especiais ao lado, comemorando essa nova fase, certo?

Agora vamos ao cheque-mate! Os noivos não devem se sentir “obrigados” a convidar alguém por formalidade. As únicas regras aqui é o bom senso e o constrangimento.

Convidados que causem constrangimentos como “ex” companheiro ou namorada, a não ser que não haja nenhum problema com o atual, mas pense 10 vezes antes de convidá-lo. Há também casos em que o casamento anterior gerou filhos. Aqui também é preciso analisar bastante, principalmente em questão de convívio com seu atual parceiro.

Voltando a regra de proximidade, aqueles ex-colegas de trabalho, faculdade ou escola, ou qualquer pessoa com quem vocês não convivem mais ou só trocam mensagens esporádicas não precisam ser convidados.

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado, afinal, é preciso ter os pés no chão e encarar a realidade do orçamento enxuto e de que não será possível convidar a todos, não é mesmo? Além disso, convide as pessoas que te amam e que você tenha certeza que estará comemorando junto com vocês, levando boas energias para o grande dia do casal.

Se esqueci de alguma dica, compartilhe nos comentários para ajudar mais noivinhos.

Até a próxima, abraço! 🙂