Nossa viagem para Ouro Preto, Minas Gerais

Viajamos para Ouro Preto, interior de Minas Gerais! Ladeiras, paralelepípedos e igrejas é o que não faltam! Um clima muito gostoso, principalmente se você quer se desligar do mundo. Foi o que eu fiz. Ao chegar lá na casa que ficamos, não tinha internet. No início foi difícil resistir a ideia de ficar sem internet, mas logo me acostumei e até curti ficar off por alguns dias.

Sobe ladeira, desce ladeira, cheiro de tropeiro por toda parte e uma paisagem sem igual. A simplicidade da cidade a torna ainda mais bonita e, não é por que turistei lá, mas já é a minha cidade de interior favorita. Sem dúvidas vou voltar mais vezes!

Bom, já fazia algum tempo que eu e Jordan queríamos um cantinho pra descansar. Quem tem a vida agitada sabe do que estou falando, rsrs. Queríamos uma cidade para relaxar, ficar off, sair um pouco de casa, conhecer novos lugares e, foi aí que Ouro Preto surgiu como uma boa sugestão.

Destino escolhido! Pesquisamos muito sobre a cidade, o que ela tinha de bom, seus restaurantes, bares, pousadas e hotéis (que aceitassem animais), lugares para visitar, etc. Pesquisa vai, pesquisa vem, decidimos experimentar o AirBnb! A casa que ficamos fica há uns 700m do centro de Ouro Preto (que tem a maioria das igrejas e pontos turísticos da cidade), que pode não ser muito longe, mas as ladeiras enganam! 😉

A Casa do Vítor

Decidimos ficar em um cantinho bem especial, a casa do Vítor. Queríamos um final de semana único, sem esbarrar com outras pessoas em pousadas e hotéis, sem aquele clima de hotel, sem muita privacidade, além de que, não confiaríamos deixar os filhotes sozinhos em um quarto de hotel.

A casa é simples, mas tinha o jeitinho de um viajante. Vitor já viajou por muitos lugares e de cada um trouxe uma lembrancinha que compõe a decoração da casa.

casa-ouropreto-amandicas-amanda-lopes

A vista do quarto era perfeita! Dava pra ver uma das igrejas mais importantes de Ouro Preto.

minha-janela-ouro-preto-amandicas-amanda-lopes

Ah, consegui montar esse painel (abaixo) para vocês conhecerem um pouco da casa em que ficamos hospedados.

casa-ouro-preto-amandicas-amanda-lopes

As imagens não estão melhores porque peguei no AirBnb, lá na página do Vitor.

A cidade

Ouro Preto é muito conhecida por sua bela arquitetura, pubs, repúblicas, uma paisagem sem igual e lugares legais pra conhecer. Quando estávamos lá percebemos que a cidade é muito grande para conhecer em poucos dias, então fomos até um ponto especial para turistas e pegamos nosso mapinha. Fica bem na entrada da cidade, não tem erro!

dia-ouro-preto-amandicas-amanda-lopes

Pela manhã conhecemos as igrejas e museus, afinal o calor não perdoa, o que é ideal para passeios em lugares cobertos.

ouro-preto-minas-gerais-amandicas-amanda-lopes

A feira de pedra sabão

No final da tarde, com o sol um pouco mais frio, resolvemos passear na feira de pedra sabão que tem muitas coisas legais, feitas por artesãos da cidade. Há uma variedade de objetos que compramos para decorar nossa nova casinha e presentear alguns familiares.

feira-pedra-e-sabao-ouro-preto-amandicas-amanda-lopes

A noite em Ouro Preto

ouro-preto-noite-amandicas-amanda-lopes

A noite em Ouro Preto é muito agradável. Há boas opções de bares e restaurantes, principalmente para quem curte uma boa cerveja artesanal, como a Backer de trigo, uma de nossas preferidas.

Pontos positivos

Os principais bares, restaurantes, hotéis, pousadas e pontos turísticos ficam em torno da Praça Tiradentes, o que é muito bom para turistar sem ter que andar muito, mas existem aqueles que é preciso dar uma boa caminhada ou pegar um táxi. Ao andar pela cidade com câmeras e celulares me senti muito segura, percebi a presença constante dos guardinhas, sem dúvidas um diferencial, comparado às cidades vizinhas que também visitamos.

Pontos negativos

A cidade não é preparada para receber turístas com carro. A maioria das vagas são rotativas e há pouco estacionamento livre e até onde ví, nenhum estacionamento pago (particulares). Como a cidade fica muito cheia nos feriadões, talvez seja melhor pensar em sair um pouco mais cedo para fazer qualquer coisa, até mesmo para almoçar.

Outro ponto que considero negativo são os horários em que os pontos turísticos funcionam. Vale a pena anotar no mapinha (pegue um mapinha) os horários de funcionamento de cada ponto turístico. Ah! Preste atenção a esses horários nos finais de semana prolongados e em feriados, eles costumam mudar.

Dica

Ande sempre com uma garrafinha de água, use protetor solar e coloque roupas e sapatos bem confortáveis. O sobe e desce de ladeira realmente funciona como uma academia e o calor durante o dia não é pouco. Também vale a pena pegar um Táxi se você se hospedar mais longe do centro.

Onde comer em Ouro Preto

Há inúmeras opções de restaurantes na cidade, atendendo ao gosto de muita gente. O cardápio mineiro prevalece, mas a criatividade acaba conquistando, até mesmo, os turistas que chegam para comer o famoso feijão tropeiro mineiro.

O restaurante que escolhi para jantar se chama “Sótão”, um lugar muito bom, com um clima bem romântico à noite, além do excelente atendimento. É um restaurante especializado em caldos, pizza e panquecas. Quando visitamos, tinha as opções de rodízio de caldos, pizza e panquecas salgadas e doces a um preço muito bom, e o à lá carte com as especialidades da casa.

Ele é um pouco distante da Praça Tiradentes, mas todos os passos descendo e subindo as ladeiras de black gold valem a pena. Já me conquistou por ter boas cervejas na casa, como a Backer de trigo, que nós amamos.

Para conhecer um pouco mais, sugiro esse post da Lívia Andrade do Meu Diário de Bolso.

Bares e Pubs em Ouro Preto

Também há várias opções, principalmente por ser uma cidade universitária. Sabe aquelas geladeiras de cerveja que você encontra em bares? Tem dessas geladeiras das repúblicas de Ouro Preto. Sentiu o clima? Há quem diga também, que alguns universitários da cidade já demoraram 10 anos pra concluir a faculdade por ter tanta festa dentro das repúblicas. Festa do 12 de outubro, conhecida entre eles por “festa do 12” que o diga, rsrs.

O meu pub preferido em Ouro Preto é o Porão Cervejaria. As opções incríveis de cerveja e petiscos do Porão realmente me fizeram não querer mais sair de lá. A decoração e toda proposta do bar, também, é incrível! Há também o Calabouço, que não estava aberto quando fomos beber pela cidade, mas já está na minha lista de pubs para ir da próxima vez.

Há outras opções também que deixamos para conhecer em uma outra oportunidade.

Lojinhas de Ouro Preto

Se você curte levar um pedacinho de cada lugar que visita, vai adorar as lojinhas de Ouro Preto! Mas fique de olho nos preços. Visitei cada lojinha que eu gostei e fui olhando os preços de cada coisa que queria comprar. No último dia de viagem, fui direto na loja que tinha o melhor precinho pra comprar minha lembrança de Ouro Preto.

lojinhas-ouro-preto-amandicas-amanda-lopes

Na próxima viagem eu tiro mais fotos e gravo um pouco pra mostrar mais detalhes 🙂